27 de março de 2011

Seu gatinho está com diarréia ou vômito? Fique de olho para a Panleucopenia Felina

Oi pessoal, a Cecília me propôs que enviasse ao blog alguns textos abordando doenças de cães e gatos, no intuito de informar o leitor, para que possa cuidar muito melhor de seus amiguinhos peludos. Tentarei ser bem sucinta em todos eles, para que a leitura não se torne cansativa e também para que o maior nº de pessoas possíveis tenham interesse em se informar.


PANLEUCOPENIA FELINA

Hoje trato da Panleucopenia felina, uma doença bastante letal em gatinhos bem novinhos, mas que possui vacina (Ufa!). A infecção ocorre pela ação do parvovírus felino, e gera infecção intestinal, aguda ou superaguda, com os seguintes sinais, febre, diarréia, vômitos, anorexia e apatia.

Ao adotar um gatinho é importante fazer um check-up no veterinário, principalmente em gatinhos que vieram de grandes aglomerados (gatis, cczs) e da rua, para que o veterinário possa tomar as medidas possíveis dependendo do estado e dos exames do gatinho.

Gatos adultos não vacinados, também podem se infectar, no entanto, a recuperação é mais provável pois a doença, no geral, é autolimitante para os adultos. As gatinhas prenhes infectadas podem perder seus filhotes ou estes nascerem com alterações neurológicas e ocular (displasia retinal), portanto, tem que ficar de olho na gatinha e nos recém- nascidos.

A importância de fazer um check-up ao adotar um gatinho, se dá porque a panleucopenia pode ter um curso superagudo e muitas vezes é fatal em 24 hs, então, dependendo do histórico do seu animalzinho e dos sinais que apresenta, não espere, pois as vezes, esperar pode significar que pouco podemos fazer para tentar recuperá-lo.

Assim como o parvovírus canino, o parvovírus felino é de difícil desinfecção e para que o ambiente seja desinfetado preconiza-se o uso de hipoclorito de sódio (alvejantes),ok!? Então, se houver algum gatinho na sua casa com a doença ou caso exista a suspeita, limpe o ambiente, vasilhas, liteiras, lembrando que primeiro se retira toda matéria orgânica (fezes, urina, ração) com sabão e água, enxágua bem e depois aplica-se o hipoclorito, pode deixar por uns 30 minutos agindo e depois volte a lavar bem os utensílios (cuidado com a escova que usar, esta tem que ser desinfetada também) .

No tratamento da Panleucopenia, por se tratar de vírus, não há medicação que trate o vírus (infelizmente!!), trata-se os sinais presentes, e como ocorre muita diarréia e vômitos, a reposição de fluidos é fundamental , a grande maioria dos casos requer fluidoterapia intravenosa. Dar água na seringa em gatinhos que vomitam não tem o menor sentido e não é eficaz.

O prognóstico é considerado reservado, mas com o tratamento sendo realizado o mais rápido possível, e de forma adequada a chance do gatinho se recuperar aumenta.

Nota MUITO IMPORTANTE: lembre-se, EXISTE VACINA que previne a Panleucopenia felina, portanto, não vacile, se informe com seu veterinário de confiança sobre a vacina mais indicada e protocolo adotado e vacine seu gatinho.

Até o próximo texto.

Leila Sena
CRMV 4423
Medicina Felina
Veterinária ASPAAN

**as referências encontram-se com a autora do texto.

***dúvidas, críticas, elogios, contato: llopesena@gmail.com


Leila com a estrelinha Magali e Filó

2 comentários:

Freak Out disse...

Estou muito preocupada com meu gatinho, ele já tomou a primeira dose da triplice, mas agora está com diarreia e vômitos. Não sei o que fazer. O peguei bem novinho na rua, levei-o ao veterinário, fiz check up nele e desde então retorno sempre ao veterinário para ver como a saúde dele se encontra. Ele não é apático, é hiperativo até, minhas amigas até apelidaram-no de "gato macaco". Mas há um dia ele está com diarreia e não sei o que fazer. :(

Luis Adauto Marinho Castelo disse...

O meu gato está com vômito e diarreia a 4 dias , não come nem bebe água . Levei ao veterinário no primeiro dia e ela passou probiótico,plasil injetável e gotas e colheu sangue para exames. O gatinho não melhorou e no retorno nesse sábado recebemos o hemograma : leucócitos de 8.400 , segmentados de 62, linfócitos de 26 e eosinifilos de 12. Isso nos valores relativos . Os valores absolutos foram normais. Questionei a leve eosinofilia mas ele disse que se baseava nos absolutos e o bob tinha umas irritações na barriga e essa devia ser a causa . As plaquetas deram 236.000 (diminuídas), com observação de agregados plaquetarios . O vet passou injetavel de antibiótico que ele tomou na hora . Flagyl , petzi comp, helvet para o fígado . A TGP dele foi 59. Estou na dúvida se dou logo o remédio de verme uma vez que ele provoca até o plasil. Não dormi preocupada . Tenho medo dele está desidratado. Ele provocou de madrugada e hoje pela manhã . Ou seja o antibiótico injetavelque não consigo entender direto o nome , parece conversa, não deu efeito.me dê UMA ORIENTAÇÃO . Havia tocado a ração dele e hoje já voltei para a anterior que ele comia. Mas ele nem assim comeu.